Como lucrar com o mercado de crédito em 2023

Quando analisamos de maneira superficial, 2023 não parece ser um ano muito favorável para quem deseja trabalhar oferecendo serviços de crédito.

Mas não se engane!

Essa é uma percepção limitada que ignora as diversas possibilidades que podem se abrir diante desse contexto.

Mas para poder se destacar, é preciso estar a par do cenário atual desse mercado, considerando os resultados de 2022, as perspectivas para esse ano e as alternativas disponíveis para quem deseja entrar de vez nesse mercado.

Como foi o balanço geral em 2022?

Com sentimento de retomada pós-pandêmia, e envolvido por eventos que impactam de maneira direta em todos os âmbitos da sociedade, 2022 foi também, um ano intenso para o mercado de crédito.

O setor se manteve aquecido mesmo com a escalada constante da taxa de juros básicos, que subiu 12 vezes consecutivas desde março de 2021, alcançando o patamar de 13,75%, ciclo mais longo de alta desde 1999.

Segundo o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA), o crédito livre apresentou em setembro um aumento de 11,1% em relação ao mesmo mês do ano anterior.

Em paralelo, a carteira de crédito direcionado teve uma variação positiva de 5,9%.

No entanto, é preciso estar a par de que houve uma alta no nível de inadimplência, o que impactou de maneira direta no segmento, dificultando a concessão de recursos em vários níveis.

Com esse cenário estabelecido, onde a oferta de crédito é cara e a inadimplência cresce exponencialmente, pequenas e médias empresas estão enfrentando dificuldades para encontrarem alternativas para cumprir com suas demandas.

De qualquer forma, essa situação também abre a possibilidade para que empresários trabalhem com novas possibilidades no ramo, focando em soluções e propostas que contemplem os clientes que, no momento, não estão sendo mais atendidos pelas instituições tradicionais.

Perspectivas para 2023

A Febraban (Federação Brasileira de Bancos), que divulga a cada 45 dias uma pesquisa com projeções desse mercado, mostrou estimativas mais otimistas em relação à cautela apresentada no final do último semestre de 2022.

Mesmo com o complexo cenário político e econômico, perspectivas apontam um viés de crescimento para carteiras com recursos livres, que tem como base o quadro de aumento da ocupação na economia que, em pessoa física, passou de 15,4% para 17,2%, e em pessoa jurídica, passou de 13% para 14,5%.

Além do mais, há previsões de que a Taxa Selic se mantenha estável até a metade do ano, diminuindo a passos muito curtos a partir do segundo semestre

O impacto da alta da Taxa Selic para esse setor

A Taxa Selic influencia de maneira direta em todos os setores da economia!

Isso acontece porque ela serve como uma referência para os custos das linhas de crédito em geral. Ou seja, quando ela está alta, a tendência é que modalidades de empréstimo e financiamento fiquem, por consequência, mais caras.

O que fazer para se destacar no mercado de crédito em 2023

Nesse cenário, o ideal é contar com alternativas que se diferenciam no mercado que possam trabalhar com ofertas de crédito que possuem uma demanda recorrente.

A antecipação de recebíveis, por exemplo, é uma solução inteligente para que empresas melhorem o fluxo de caixa, quitem suas dívidas e tenham acesso rápido ao crédito que precisam, garantindo a sustentabilidade e impactando a economia em diversas frentes.

Mas o que fazer se esse empresário está com dificuldade para conseguir liberação de crédito?

Afinal, com a alta inadimplência, instituições mais tradicionais tendem a emprestar dinheiro apenas para clientes recorrentes ou que possuam recursos suficientes para arcar com os altos custos.

Bom, é justamente nesse cenário que você terá oportunidade de se destacar, se apresentando como uma alternativa viável para disponibilizar crédito de maneira personalizada para esses clientes.

Mas como fazer isso de maneira inteligente e otimizada?​

Com um Mini Banco!

Mini Banco: o que é e como funciona?

O Mini Banco é uma estrutura criada para permitir que você ofereça serviços de crédito, estabelecendo novas oportunidades, fomentando o mercado e conquistando uma alta rentabilidade em cada operação.

O que você pode oferecer com um Mini Banco?

Soluções em antecipação de recebíveis como:

Capital de Giro

Risco Sacado

Fomento à produção

Intercompany

E soluções de crédito por meio da CCB (cédula de crédito bancário):

Empréstimos

Financiamentos

Com o próprio Mini Banco, você terá autonomia para definir as próprias taxas para cada negociação.

Dessa forma, é possível trabalhar com condições mais competitivas, atraindo pessoas físicas e jurídicas que precisam de recursos mas não encontram espaço em outras opções do mercado.

Os benefícios de abrir um Mini Banco:

Baixo investimento inicial

Análise de crédito especializada

Mini Banco operando em menos de 15 dias

Possibilidade de captar recursos por meio de debêntures

Taxas definidas por você

Ficou interessado e quer saber mais detalhes sobre essa solução que conquistou mais de 70 empresários ao redor do Brasil?

Então clique no botão abaixo e fale com um dos nossos consultores pelo WhatsApp!

Quero Falar Com Um Especialista

@ Bankme 2023. Todos os direitos reservados. Acesse nossa política de privacidade